quinta-feira, 8 de junho de 2017

Conheça camisinhas estranhas e divertidas para usar no Dia dos Namorados

Preservativo em spray
O Dia dos Namorados (12) está chegando e não há data melhor para ter uma noite de “sambarilove” com quem você gosta. Mas, antes de tudo, use proteção! A variedade de preservativos masculinos e femininos no mercado é enorme, e nós do Portal FolhaPE separamos alguns exemplos de camisinhas inusitadas para quem curte inovar nas relações.

1. Camisinhas com sabor

Além dos sabores mais comuns (morango, chocolate, menta, uva) algumas empresas optaram por elementos pouco convencionais. Camisinhas sabor bacon, whisky, coca cola, caipirinha e até maconha são para os que querem fugir da normalidade.

2. Camisinhas para os dedos

Imagine uma luva de látex, só que sem a parte que cobre as palmas das mãos. A princípio, essa ideia surgiu para proteger os dedos após pequenos cortes. Uma empresa japonesa de comida até tentou vender as “capinhas para dedos” para que os clientes não sujassem as mãos enquanto comiam, mas as pessoas acabaram aplicando o conceito para outros fins.

3. Camisinha em spray

Um inventor alemão idealizou em 2007 um preservativo de spray de látex líquido. Em 2015, uma estudante do Instituto Pratt, em Nova York, lançou o mesmo conceito, que ganhou o nome de “Girlplay”. Ele foi desenvolvido para ser borrifado diretamente no pênis e a proposta é se adaptar a qualquer tipo ou tamanho. 

4. Preservativo sem látex

A solução para os alérgicos ao látex está ganhando cada vez mais opções no mercado. Marcas como a Blowtex, Skyn, Preserve e Unique lançaram linhas produzidas com materiais sintéticos, e mais finas que as camisinhas convencionais.

5. Camisinha com formatos de animais

Lançada por uma empresa americana com o propósito de “inovar”, a camisinha em formato de animais como dinossauros ou vacas pode ser utilizada em relações sexuais, mas não é garantida a proteção contra doenças ou gravidez. Mesmo assim, é uma imagem no mínimo interessante.

6. Camisinha feminina
"Todo mundo diz que camisinha feminina é ruim!". Mas é aquele ditado, você não é todo mundo. Já experimentou? O preservativo feminino é feito de poliuretano, um material mais fino do que o látex da camisinha masculina e é bastante lubrificado. A camisinha pode ser introduzida facilmente na vagina durante as preliminares e previne, com a mesma eficácia da masculina, a gravidez e as doenças sexuais. Ela  não está à venda, mas tem distribuição gratuita nos postos públicos de saúde, ou seja, literalmente não custa nada tentar.

7. Camisinha fluorescente
A marca Prudence trouxe ao Brasil as camisinhas que brilham no escuro. Feito de látex fosforescente não tóxico, o preservativo só precisa de alguns segundos exposto à luz para brilhar no escuro. Um verdadeiro sabre de luz.

Nenhum comentário:

Postar um comentário