segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

Funcionário da Fiat é preso após subtrair chaves de Jeep e Toro


Marcelo foi autuado em flagrante

Um funcionário da empresa Fiat foi preso após aplicar o golpe da venda da chave de veículos novos. Segundo a Polícia Civil, Marcelo Oliveira de Santana estava com 12 chaves de veículos Jeep Renegade e Toro. Todas as chaves haviam sido subtraídas da empresa e seriam vendidas por 2,4 mil.

Marcelo também havia feito anúncios em sites de compras pela internet. De acordo com os delegados Davi Medeiros e Joselito Amaral, que comandaram as investigações, o crime resultou em um alto prejuízo para a empresa, já que cada chave pertencia a um veículo novo específico, que já estava com as chaves configuradas. As chaves também seriam comercializar por um valor menor do que o do mercado.

Para que seja possível vender o veículo correspondente a cada chave seria necessário ter o miolo de ignição substituído e nova chave confeccionada. A medida elevaria o custo do veículo e impediria a comercialização dele até toda a substituição. A denúncia partiu da própria Fiat, que percebeu o desaparecimento das chaves.


Marcelo trabalhava na montadora havia quatro meses no setor de logística. Ele chegou a confessar que recebia ajuda de um ex-funcionário. O homem já está sendo investigado pela Polícia Civil. Marcelo foi autuado em flagrante e encaminhado para o Centro de Triagem (Cotel), em Abreu e Lima, no Grande Recife.

Nenhum comentário:

Postar um comentário